Empresário aguarda pareceres para avançar com prova equestre no Estádio - Dom Cavalo
90
single,single-post,postid-90,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,side_area_uncovered_from_content,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.5.3,vc_responsive

Empresário aguarda pareceres para avançar com prova equestre no Estádio

21 Dez Empresário aguarda pareceres para avançar com prova equestre no Estádio

Estadio-regia-jpgRegião de Leiria – Dezembro
A proposta foi feita por um empresário da região à empresa municipal Leirisport e a ideia parece não ter desagradado à primeira: realizar uma prova do campeonato nacional de saltos de obstáculos no Estádio de Leiria.

 

Estadio-regia-jpgA proposta foi feita por um empresário da região à empresa municipal Leirisport e a ideia parece não ter desagradado à primeira: realizar uma prova do campeonato nacional de saltos de obstáculos no Estádio de Leiria.
Miguel Condeço, do Centro Hípico Dom Cavalo, foi o autor da proposta e acredita que tem tudo para dar certo. “Se for avante, vai ser importante para Leiria”, diz, referindo-se às vertentes turística, cultural, gastronómica e desportiva.

Para dar consistência à proposta, na semana passada, o relvado do estádio foi sujeito a testes de desgaste, com um cavalo a realizar saltos de obstáculos. Manuel Mendes Nunes, administrador da Leirisport, revelou ao nosso jornal que esta foi a primeira vez que a empresa foi solicitada para um evento do género e a principal preocupação prende-se com os danos e custos de reparação do relvado. Por seu lado, Miguel Condeço desvaloriza a questão e realça que “poucos entraves há para esta iniciativa”. “As coisas estão bastante avançadas”, salienta.

O empresário afirmou ao REGIÃO DE LEIRIA que está “com os pés bem assentes na terra” e “pronto para avançar”. Aguarda apenas que a validação de pareceres de várias entidades (Instituto Português de Desporto, Autoridade de Saúde, autarquia) para poder avançar.

A intenção passa por organizar a prova no dia 22 de Maio, feriado municipal de Leiria. “O assunto está a causar alguma surpresa, mas para mim não é novidade. O estádio pode ser aberto a outras modalidades, tem uma excelente localização, no centro do país, um bom espaço envolvente, bons camarotes e vai mexer com as forças vivas da região”, adianta.

A confirmar-se, o empresário calcula que possam participar mais de cem cavaleiros, o que vai obrigar à montagem de um picadeiro extra, aluguer de boxes, organização de espectáculos musicais, entre outras actividades extra.

Ver notícia completa

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.